segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

O POETA NÃO MORREU

O poeta nasceu,cresceu,viveu...
Mais não morreu.
Pois o poeta é a esperança
Ele não morre apenas descansa.

Viaja para o mundo
Que ele próprio o criou
Para suas fantasias
Que o destino traçou.

O poeta vive para o eterno
Passa para o sossego
A conhecer o tudo,
Mais não conhece o inferno.

Nenhum comentário: