quinta-feira, 9 de julho de 2009

QUE ENCANDO DE LUGAR ÉS TU!


Das lindas e espetaculosas castanheiras
Das lembranças da bela estação
Da magnífica Maria-fumaça...
Em fim,eis aí a derivação.

Pessoas lindas que tanto aparece,
Oportunidades que tanto vem,
A alegria é a quem oferece
O nosso respeito e o bem.

Vejo que cresce sem parar
E junto o orgulho, de formarmos
A cidade modelo do Pará.

Bem conservada de todo o mal,
És tu,cidade de fé,
Maravilhosa, querida, Castanhal.

O AMOR É INFINITO


A noite passa rapidamente
Num abrir dos olhos
A escuridão se transforma
Em mais um dia que virá repentinamente.

O inverno vem e passa
A flor brota e cai
A tristeza na alegria se disfarça
E o que vem um dia se vai.

Diferentemente é o amor,
Pois ele é infinito
Imensamente e aflito
No brilhar do seu penhor.

MINHA CANÇÃO


Minha vida é uma canção
Hoje estou sendo amado,
Amanhã quem sabe não!

Minha vida é uma canção
Tenho muito amor,
Então não fecho o coração.

Minha vida é uma canção
Quem sabe posso subir
Ou para sempre ficar no chão.

Minha vida é uma canção
Canto com o sentimento
Ou então com a emoção.

POÉTICA I


Com lágrimas de alegrias
Lutando com as tristezas,
Passo assim os dias
Firmando-me nas certezas,

No destruir sonhos passados
Vivendo no presente,
Sentimentos foram quebrados
Em dor temente.

Em pleno amadurecimento
Vai-se minha adolescência,
Abraço-me com o conhecimento

Aproximando-me da experiência...
Sou poeta, sofro por amor,
Mais não sofro pela dor.

PARA AS MANHÃS



Nos cortes dos raios
O refúgio de minh’alma
No brilhar dos sorrisos
Que me leva e me acalma,

No meu odiar proscrito
Virou um ser humano,
O que por mim foi dito
Na vida não sofreu engano,

No prosperar cuidados
Nas emoções frias,
Sentimentos separados
E alegrias vazias.

Agora nas manhãs distantes
Relaxadas pelos ventos
Nesses recantos delirantes
Nas crismas, pressentimentos...

NÃO VIVO SEM VOCÊ

Viver sem você seria
Um tormento em minha vida,
Minha noite seria o dia
Meu coração uma ferida.

Minh’alma perderia o teso,
Minha mente perderia o luzir,
Na consciência ficaria o peso
Do sofrer,do fugir.

Meu inicio teria fim,
Meus olhos derreteriam,
As alegrias fugiriam de mim,
Meus lábios grudariam...

Amo-te com todos os sentimentos,
E em todo o meu ser.
Tira-me dos caminhos perdidos,
Pois não vivo sem você.