quinta-feira, 9 de julho de 2009

O AMOR É INFINITO


A noite passa rapidamente
Num abrir dos olhos
A escuridão se transforma
Em mais um dia que virá repentinamente.

O inverno vem e passa
A flor brota e cai
A tristeza na alegria se disfarça
E o que vem um dia se vai.

Diferentemente é o amor,
Pois ele é infinito
Imensamente e aflito
No brilhar do seu penhor.

Nenhum comentário: